Nossa História

Para entender a história de nossa Paróquia, temos que buscar a origem dos acontecimentos.

A imagem de Nossa Senhora Aparecida foi encontrada por dois pescadores do Rio Paraíba do Sul, na região de Guaratinguetá, estado de São Paulo, por volta do ano de 1717. Os dois já pescavam há bastante tempo, sem que conseguissem tirar peixe algum das águas do rio. Foi quando um deles trouxe em sua rede a parte correspondente ao corpo da imagem de Nossa Senhora e, depois, lançando a rede um pouco mais distante, a cabeça. Dali por diante, a pescaria tornou-se copiosa e, receosos de que a quantidade de peixe trazida para os barcos ocasionasse um naufrágio, os três amigos voltaram para casa, trazendo a imagem e contando a todos o prodígio que haviam vivido.

O culto à Senhora não demorou para tornar conhecido. À imagem, que representa Nossa Senhora da Conceição, logo foi dado o nome de Aparecida, por ter aparecido do meio das águas nas mãos dos pescadores.

A consagração de Nossa Senhora Aparecida como padroeira do Brasil ocorreu em 31 de maio de 1931, em uma celebração que reuniu, já naquela época, um milhão de pessoas. Os padres redentoristas, foram os grandes animadores desta caminhada. 

A palavra Padroeira tem como significado: defensora, protetora e patrona. No dia 12 de outubro, o Brasil comemora a festa de Nossa Senhora Aparecida, reconhecida como a padroeira de nosso país. 
Defensora dos pobres, protetora dos que sofrem, patrona dos oprimidos. Títulos como esses expressam a fé do povo na Senhora que traz uma mensagem de libertação e de esperança. Aos pés de Nossa Senhora Aparecida são colocados pedidos, rezam-se orações, acendem-se velas: É o coração do homem no coração daquela mulher que soube acolher o Homem.
Senhora Aparecida nada mais é que uma das muitas faces que Nossa Senhora mostra à humanidade. Seu aspecto, retratado em sua imagem, é único, diferente de muitas outras e quer nos mostrar o próprio retrato de nosso povo: povo mestiço, negro, os traços toscos, simples. Tudo isso envolvido por um manto AZUL: o céu, a esperança do paraíso, do Reino. 

A história de nossa Paróquia também não é diferente. Vila Nossa Senhora Aparecida, formada por gente simples e humilde, mas de uma grande devoção a Mãe Aparecida, o povo se reunia nas casas para o estudo bíblico, reza do terço, campanha da fraternidade e novena do natal.

Com o crescimento da Vila, a necessidade de um local onde a comunidade pudesse se reunir para celebrar e desenvolver seus trabalhos pastorais.

Esta idéia amadureceu com as missões, despertou desejo de mudança e construir uma base solida de estruturação da comunidade.

Em 1981, foi realizada na Paróquia Nossa Senhora do Carmo as Missões Redentorista, que despertou no povo o desejo de construir um local, igreja ou centro pastoral, para acolher a necessidade do povo.

No termino das Missões, como de costume, foi escolhido um lugar mais alto da vila, para ser colocado o símbolo das Missões, a grande cruz de madeira. Este local ficou sendo um ponto de encontro e de oração. 

Ao pé daquela cruz o povo se reunia para rezar e agradecer a Nossa Senhora pelas graças recebida. Pessoas vinda de longe em romaria. Este fato aconteceu durante 1981 a 1986.

E neste período, aquele terreno foi doado para a construção da igreja, e com o tempo foram incorporados outros terrenos ao redor, uns doados e outros comprados.

No dia 12 de outubro de 1986, Cônego Foch Morais Teixeira se prontificou em celebrar a primeira no pé do cruzeiro. Foi uma missa improvisada numa barraca, contado apenas com o necessário para a celebração. No ano seguinte, no mês de março deu-se inicio a construção da igreja em homenagem a Nossa Senha Aparecida, com ajuda da prefeitura de Cambuí, Córrego e Estiva, que forneceram caminhões para transportar barro, para a fabricação de tijolos, que seriam usado na construção, também contando com ajuda de mutirões dos moradores da comunidade.

A planta da Igreja foi feita pelo Dr. Benedito Antônio Guimenti. Construtor José Maria Carreiro.

Em dois anos a construção foi concluída, e foi eleita uma comissão para administrar a parte externa da Igreja.

A inauguração aconteceu, em 12 de outubro de 1988. Nossa Senhora Aparecida sempre PRESENTE em nossa comunidade é com sua graça que caminhamos, comprometidos com evangelho de Cristo e sua Igreja. 
E no dia dois de fevereiro de 2014, foi instalada a Paróquia Nossa Senhora Aparecida

E a tomada de posse do primeiro pároco, Padre Omar Aparecido Silveira.

O evento contou com a participação do Arcebispo Dom Ricardo Pedro Chaves Pinto Filho e vários padres da Diocese e filhos da cidade, e os representantes da paróquia Nossa Senhora do Carmo e dos leigos(as) que compõem a nova paróquia Nossa Senhora Aparecida.

Este acontecimento foi de grande OPORTUNIDADE de vivenciar e testemunhar nossa fé madura e comprometida com a igreja de Cristo.

A Paróquia Nossa Senhora Aparecida, divide-se em 02 Comunidades Urbanas: Santa Edviges e Nossa Senhora Aparecida, e 13 Rurais: *Água Comprida *Portão *Serra do Cabral *Vargem dos Ilhéus *Pessegueiros *Lopes *Fonseca *Congonhal *Rio do Peixe *Campestre *Nunes de Baixo *Nunes de Cima *Furnas.