Clique aqui para voltar

Saiba como é celebrado o Dia de Finados em culturas diferentes


Vamos começar pela nossa cultura, a do Brasil. Em todo o país, o ritual mais comum de celebração é a ida ao cemitério. Lá são colocadas flores nos túmulos dos parentes e amigos já falecidos, e algumas pessoas ainda oferecem orações a quem se foi. Também é comum que sejam feitas missas, para que as pessoas possam rezar por aqueles que já faleceram.

Talvez os mais famosos e celebrativos neste dia sejam os mexicanos, pois, diferentemente do Brasil e de outros países que encaram o dia de Finados com tristeza, no México, grandes festas são realizadas para homenagear a memória dos mortos. Conhecida como Dia de Los Muertos, a celebração no país dura três dias, e vai de 31 de Outubro a 2 de novembro. Na ocasião, as pessoas usam fantasias coloridas de caveiras, constroem altares dentro das casas e preparam as comidas e bebidas preferidas de quem já se foi.

Na Espanha, o que na verdade é comemorado é o Dia de Todos os Santos (Dia de Todos Los Santos), que acontece em 1º de novembro. Sendo um feriado nacional, as pessoas retornam para suas cidades natais e visitam os cemitérios nos quais seus entes queridos estão. Flores são levadas para os túmulos à noite, e um doce especial chamado Hueso de Santos (Osso dos Santos), feito de marzipã, ovos e "syrup" (calda semelhante ao mel, feita de açúcar e água) é comido como sobremesa especial da data. Durante o dia, as cidades espanholas recebem paradas em honra aos mortos. Assim como na tradição mexicana, os espanhóis também usam roupas de tons coloridos e vibrantes nesse dia. Mesmo sem as grandes festas que caracterizam o feriado no México, o Dia de Todos os Santos na Espanha também possui um clima mais festivo.

No Japão, comemorado em 15 de agosto (e no dia 15 de julho, na região de Kanto), o dia é um momento especial no qual os japoneses prestam homenagens aos seus ancestrais. As celebrações duram três dias e incluem danças e comidas especiais para a data, além do retorno ao lar em que os antepassados da família viveram. Uma das tradições japonesas é limpar as lápides dos falecidos.

Guatemala, No interior da Guatemala, onde há influência dos povos indígenas, pipas gigantes são soltas no ar, próximo aos túmulos dos mortos. Há ainda pratos típicos feitos somente neste dia do ano.

Índia, em Pitru Paksha, na Índia, os hindus honram as sete gerações passadas – o que é um tempo muito longo. Eles começam tomando banho em lagoas e rios sagrados, e continuam oferecendo orações e comida para seus antepassados, que se acredita que retornam à vida após a morte para a noite de festa.

Camboja, em Pchum Ben, no Camboja, a cultura Khmer realiza um festival. As pessoas visitam seus templos, locais para rezar e fazer oferendas aos mortos. Depois, todos comemoram com corridas de búfalos e lutas